Fundação Carlos Chagas (FCC): Conheça o perfil da banca

FCC

Fundação Carlos Chagas FCC: Conheça o perfil da banca e consiga sua aprovação no concurso público

Fundada em 1964, a Fundação Carlos Chagas (FCC) expandiu suas atividades para realizar em todo o país exames de universidades e concursos de entidades privadas e públicas. Considerada uma das mais importantes bancas do Brasil, já realizou mais de 2.300 concursos em mais de 271 instituições, para um total de mais de 20 milhões de candidatos.

As provas da FCC são compostas por questões de múltipla escolha de cinco alternativas, com apenas um item correto ou errado, dependendo do que foi pedido na questão. Tome cuidado com o enunciado, porque a banca é conhecia por cobrar mais as alternativas erradas do que nas outras bancas. Uma das características da FCC é que as provas utilizam a maior parte do conteúdo programático previsto no edital.

O nível de dificulade das provas é de acordo com o nível de escolaridade exigido no cargo. Assim, costuma ter prova mais densas quando realiza concurso para área fiscal; prova de dificuldade média para concursos de nível superior para tribunais; e provas simples para candidatos de nível médio.

Na disciplina de português exige que o candidato tenha domínio no verbo, regência e concordância, tempos e modos, apra ter um bom desempenho na prova. A língua portuguesa cobrada pela FCC é normativa, enquanto que as outras bancas aceitam a utilização do português sub normativo ou contemporâneo.

Na área legal exige conhecimento explícito da lei e não cobra tanto interpretações doutrinárias ou jurisprudenciais. Em informática e tecnologia da informação, as questões versam sobre as interpretações e usos funcionais da disciplina.

 

Veja como são cobradas as questões da banca!

 

Direito Penal 

O que nos parece é que as duas dimensões do bem jurídico-penal ― a valorativa e a pragmática ― apresentam áreas de intensa interpenetração, o que origina a tendencial convergência entre elevada dignidade penal e necessidade de tutela penal, assim como, inversamente, entre reduzida dignidade penal e desnecessidade de tutela penal.
(CUNHA, Maria da Conceição Ferreira da. Constituição e crime: uma perspectiva da criminalização e da descriminalização. Porto: Universidade Católica Portuguesa Editora, 1995, p. 424)

Nesse tópico, o tema central do raciocínio da jurista portuguesa radica primacialmente no campo da ideia constitucional de
a) individualização.
b) dignidade humana.
c) irretroatividade.
d) proporcionalidade.
e) publicidade.

Resposta D

No concurso de crimes, cuidando-se de infrações de espécies diversas cometidos por condutas distintas, ambas com violência física real, dos institutos legais abaixo em princípio pode-se postular em favor do imputado

a) concurso formal heterogêneo.
b) concurso formal impróprio.
c) crime continuado genérico.
d) crime continuado específico.
e) prescrição isoladamente considerada.

Resposta: E

Em relação ao chamado tráfico privilegiado, previsto no artigo 33, § 4° , da Lei n°11.343/2006, considerando-se também o entendimento dos Tribunais Superiores, é correto afirmar que
a) não admite a conversão da pena privativa de liberdade em restritiva de direitos.
b) não admite suspensão condicional do processo.
c) admite transação penal.
d) não admite fiança.
e) exige cumprimento da pena em regime inicial fechado.

Resposta: B

Direito Administrativo

Consoante dispõe a Lei n° 10.520/2002 para a modalidade pregão, poderão participar da sessão de lances o autor da oferta de valor mais baixo e os das ofertas com preços superiores àquela em até
a) 15%
b) 5%
c) 3%
d) 10%
e) 2%

Resposta: D

Considere os seguintes grupos:

I. compra, alienação e obras.
II. alienação de bens, investidura e permuta.
III. execução direta, execução indireta e empreitada por preço global.
IV. concorrência, concurso e leilão.
V. menor preço, melhor técnica e técnica e preço.

Nos termos da Lei n° 8.666/1993, os grupos que representam, respectivamente, modalidades e tipos de licitação são APENAS
a) I e II.
b) IV e V.
c) I e IV.
d) II e III.
e) III e V.

Resposta: B

Direito Constitucional 

Em relação a sua eficácia jurídica, as normas de eficácia contida

a) produzem efeitos plenos na ausência de lei que contenha sua eficácia.
b) são ineficazes na ausência de lei regulamentadora.
c) não são autoaplicáveis.
d) não podem ser restringidas por lei.
e) são ineficazes na ausência de política pública.

Resposta: A

A Constituição Federal assegura a todos, gratuitamente,

a)assistência jurídica integral, a ser prestada pelo Estado, por meio das Defensorias Públicas da União e dos Estados.
b)a ação de habeas data, para assegurar o conhecimento de informações relativas à pessoa do impetrante, constantes de registros ou bancos de dados de entidades governamentais ou de caráter público.
c)prática dos atos necessários ao exercício da cidadania, por meio da ação de mandado de injunção, na hipótese de lesão ou ameaça a direito dessa natureza por ato do Poder Público.
d)a ação civil pública, com vistas a anular ato lesivo ao patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, salvo comprovada má-fé do autor.
e)o direito de oposição aos Poderes Públicos em defesa de direitos ou contra ilegalidade ou abuso de poder, incluída a obtenção de certidões para esclarecimento de situações de interesse pessoal ou coletivo.

Resposta: B

Será incompatível com a Constituição Federal a lei

a)complementar estadual que institua região metropolitana, consistente no agrupamentos de municípios limítrofes, para integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum.
b)complementar federal que autorize os Estados a legislarem sobre questões específicas em matéria de direito do trabalho.
c)municipal que autorize a exploração direta ou mediante concessão de serviços locais de gás canalizado.
d)estadual que disponha sobre a criação, organização e supressão de distritos no âmbito dos Municípios.
e)municipal, de iniciativa da Câmara Municipal, que fixe os subsídios de Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários municipais.

Resposta C

 

Direito Tributário

Tendo em conta as normas gerais de Direito Tributário, é INCORRETO afirmar:
a) A legislação tributária aplica-se imediatamente aos fatos geradores pendentes e futuros.
b) A obrigação principal surge com a ocorrência do fato gerador e tem por objeto o pagamento de tributo ou penalidade pecuniária, extinguindo-se com o crédito dela decorrente.
c) O lançamento por homologação não admite homologação tácita.
d) A denúncia espontânea acompanhada, quando o caso, de pagamento do tributo devido com consectários cabíveis, exclui a responsabilidade por infração.
e) O parcelamento suspende a exigibilidade do crédito tributário.

Resposta C

Quer saber mais notícias de concursos a nível nacional, acesse nossa página.