Concurso Polícia Civil/MS 2018: Edital autorizado

Concurso Polícia Civil-MS

Concurso da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foi autorizado pelo governador do estado. Serão ofertadas 170 vagas em funções de nível superior

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, autorizou um novo concurso para a Polícia Civil do Estado. A oferta será de 170 vagas em cargos de nível superior nas funções de médico legista, perito criminal, perito papiliscopista e agente de polícia científica.

De acordo com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, os candidatos aprovados vão ser lotados principalmente nas demandas do interior do Mato Grosso do Sul. “O concurso vai contemplar importantes cidades do interior e atender um anseio de toda a Polícia Civil. Hoje é uma data a ser comemorada e agradecida. É o Governo apoiando a instituição”, afirmou.

Vagas por cargos – Nível Superior:

• Perito Criminal – 40 vagas;

• Perito Médico Legista – 40 vagas;

• Perito Papiloscopista – 40 vagas e

• Agente de Polícia Científica – 50 vagas

O último concurso aconteceu em 2017 e ofertou 30 vagas no cargo de Delegado, 100 para a função de Escrivão de Polícia Judiciária e 80 para de Investigador de Polícia Judiciária. Fundação de Apoio à Pesquisa ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul (Fapems) foi a responsável pela seleção.

Cargo de Delegado: Curso Superior em Direito, idade superior a 21 anos na data de encerramento das inscrições e Carteira Nacional de Habilitação – categoria mínima “B”.

Cargos de Escrivão e Investigador: Graduação de nível superior em qualquer área de formação, idade superior a 21 anos na data de encerramento das inscrições e Carteira Nacional de Habilitação – categoria mínima “B”.

A seleção foi realizada em várias etapas:

• Prova escrita objetiva,

• Prova escrita discursiva,

• Avaliação médico-odontológica,

• Avaliação de aptidão física,

• Avaliação psicológica,

• Prova de títulos,

• Investigação social,

• Prova oral e

• Curso de formação policial.

Obs: Para o cargo de Escrivão houve também prova prática de digitação.