Concurso Sefaz DF: Edital em breve. Salário inicial de R$14 mil

Concurso SEFAZ DF

Concurso Sefaz DF 2018 com a autorização para contratação da banca, concurso esta cada vez mais próximo de acontecer . Um total de 120 vagas

A Secretaria do Estado da Fazenda do Distrito Federal (Sefaz/DF) recebeu autorização da Secretaria de Planejamento para contratação de empresa responsável para realização do Concurso Público. A oferta será de 40 vagas mais 80 oportunidades para cadastro reserva na carreira de Auditoria Tributária do Distrito Federal.

Agora será feita uma comissão organizadora do certame e já conta com previsão orçamentária e o edital deve sair até o ano que vem.

• Autorização : Concurso Sefaz DF

Para concorrer ao cargo de Auditor da Sefaz/DF, o candidato deve possuir ensino superior em qualquer área de formação. O salário inicial é de R$14.970,00.

O último concurso da Sefaz/DF foi realizado em 2001 e foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC) e ofertou 200 vagas para o cargo de Fiscal da Receita da Carreira Auditoria Tributária do Distrito Federal. O salário inicial oferecido foi de R$3.553,07. Para concorrer a vaga, o candidato devia possuir diploma de ensino superior completo.

A prova objetiva constou questões pertinentes as matérias de:

Português,
Matemática,
Contabilidade pública,
Contabilidade comercial,
Noções de direito administrativo e constitucional,
Noções de direito comercial,
Direito penal,
Direito tributário
Legislação tributária do Distrito Federal

– Confira o Edital do Concurso em 2001 –

Atribuições Auditor Fiscal: Realizar atividades de cobrança, fiscalização e lançamento em relação aos tributos diretos, assim como mercadorias de trânsito, levantamento de estoque físico em estabelecimentos inscritos ou não no Cadastro Fiscal do Distrito Federal, como também empresas e pequeno porte e microempresas, estabelecida em lei.

Função Sefaz/DF: A tarefa da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal é providenciar e administrar recursos financeiros do Estado, por meio de políticas que asseguram a justiça fiscal, a estabilidade de contas públicas e o desenvolvimento de ações do governo em prol da sociedade.

É ser exemplo de qualidade entre as administrações fazendárias brasileiras e possui como prestígio o respeito aos públicos da Secretaria de Estado de Fazenda do Distrito Federal e aos contribuintes e servidores.