Dicas para concurso: 5 maneiras de economizar durante os estudos

Elo logo mini

Você decidiu que vai reduzir jornadas de trabalho ou mesmo tomar a medida radical de abandonar o emprego para se dedicar exclusivamente aos estudos em concursos públicos? Então, a partir de agora, precisa dominar uma outra matéria: a de finanças pessoais.

Na matemática do dia a dia de quem conta com objetivos a mais e uma fonte de renda a menos, todo cuidado é pouco para não transformar o sacrifício em nome da aprovação em dor de cabeça ou reprovação — nos bancos — com contas no vermelho.

Neste post listamos 5 atitudes importantes para quem quer economizar, ficar tranquilo e deixar o cérebro ocupado apenas com o que mais importa: conhecimento. Pronto para começar?

Corte os extras
 

A regra é a mesma das dietas: eliminar excessos. Comece se perguntando sobre o que realmente precisa. Se isso soar muito drástico, questione-se internamente em quais pontos você pode cortar regalias. Canais especiais da TV a cabo e assinaturas de revistas que você não lê — ou pode ter acesso a elas na biblioteca pública ou internet — são parâmetros iniciais.

Contas de telefonia celular também podem ser cortadas e substituídas por opções pré-pagas, que o forçam a limitar ligações. E o carro? Precisa tanto assim dele ou pode substituir alguns trajetos ao volante por transporte público, caronas e etc? Analise.

Não contraia novas dívidas
 

O IPI voltou a ser zero para veículos, seu vizinho está vendendo um Playstation 4 pela metade do preço, lançaram uma versão slim do seu smartphone? Calma. Por mais irresistível que possa parecer a tentação, não “morda a maçã”.

Quando o objetivo é gerenciar gastos e economizar, qualquer tipo de compromisso com cifras altas ou mesmo comprometimento em médio prazo pode não fazer bem à sua saúde financeira. Portanto, espere. Paciência é uma virtude para o concurseiro. Tente mentalizar que, com vaga garantida no serviço público, as coisas ficarão mais brandas e novos planos poderão ser concretizados — inclusive o de comprar o carro novo, adquirir o videogame e trocar o celular.

Vai comprar? Pague na hora 
 

Dinheiro na mão nem sempre é vendaval. Quando o assunto é cobrir gastos em momento de restrição e maior economia, abrir a carteira e pagar produtos ou serviços com dinheiro vivo acaba sendo a melhor opção.

Para começar, há sempre a cessão de descontos que, em alguns casos, podem ser bastante razoáveis. Além disso, torna-se mais fácil controlar o que sai da carteira, se policiar sobre a forma com que tem gastado suas economias e planejar o que será feito com o que ainda tem em reserva.

Crediários acabam iludindo com “suaves prestações” que comprometem sua verba por períodos mais longos e corroem suas finanças com juros.

Se afaste do cartão de crédito
 

Parcelamentos infinitos são ainda mais irresistíveis quando se tem cartões de crédito por perto. Mas o que falamos sobre juros aqui em cima continua valendo.

Há ainda um outro agravante: a tentação de pagar o valor mínimo da fatura quando a situação aperta e deixar o restante para o próximo mês. Você não precisa entrar em pânico e quebrar seu cartão em pedacinhos. Mas vale a pena se policiar e tentar usá-lo apenas em situações realmente necessárias — e que não signifiquem gastos fora do planejamento, claro.

Repense sua agenda
 

Estudar para concursos requer abdicar da vida social intensa. Mas não tornar o estudante uma adaptação de um monge tibetano dentro do próprio quarto. Pelo contrário, momentos de prazer e descontração devem fazer parte da vida do concurseiro. Dá para equilibrar diversão e economia? Sim. Basta repensar escolhas. Quer assistir a um filme? Que tal assistir pela internet? Ou então esperar que ele saia de cartaz no cinema e convidar os amigos para uma sessão com pipoca no conforto de casa?

Seu time pode ser campeão do Campeonato Brasileiro? Por que não deixar de ir ao estádio — gastar com transporte, ingresso e alimentação cara — para comemorar a vitória com outros torcedores em algum lugar público, com transmissão da partida? Se for sacrificante demais, vista a camisa e vá para a arquibancada. Mas lembre-se: compense o gasto com reduções em outras áreas.
E você, que outras atitudes tomaria nessa situação? Conte pra nós nos comentários, bons estudos e até a próxima!

Formas de Pagamento

85% de aprovação em concursos
SSL