Concurso TRT 18ª Região GO 2017

Concurso TRT 18ª Região GO 2017

Concurso TRT GO 2017: Divulga comissão interna

Elo logo mini

Concurso TRT GO 2017 cria comissão interna para organizar seleção e elaborar edital, confira!


[ATUALIZADA 27/01] O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, com sede em Goiânia, publicou no Diário de Justiça Eletrônico do Trabalho a comissão interna que será responsável pelo Concurso TRT GO 2017. A Comissão é composta pelo pelo Exmo. Desembargador Federal do Trabalho, Paulo Sérgio Pimenta (Presidente), pelo Exmo. Juiz Titular de Vara do Trabalho, Celso Moredo Garcia, e pelos servidores Marcos Balduíno de Oliveira (Secretário) e Sinara de Oliveira Morais Peixoto (Substituta).

No último dia 13, foi publicada Resolução Administrativa 175/2016 que autoriza a realização do concurso que visa preencher 5 vagas de técnico judiciário, sendo 4 para especialidade em Saúde Bucal e 1 em Enfermagem. O cargo de analista conta com 1 vaga para especialidade em Estatística. Além destas, o certame também oferece formação de cadastro reserva para os cargos de analista, na especialidade em tecnologia da informação e na área administrativa.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região que abrange o estado de Goiás, anunciou que vai realizar Concurso TRT GO 2017 para ofertar seis vagas imediatas, além de cadastro reserva para técnicos e analistas de nível médio e superior. Com a autorização do certame foi publicada no dia 13 de janeiro por meio da Resolução Administrativa 175/2016, o próximo passo é criar uma comissão interna para supervisionar o certame.

Para o cargo de técnico judiciário, quatro serão para especialidade de Saúde Bucal e uma vaga para a especialidade de Enfermagem, contando com salário de R$6.000,00. Para a função de analista, uma vaga será para especialidade em Estatística, a remuneração atual dos analistas passam de R$10.000,00. O cadastro reserva será para o cargo de analista nas áreas Administrativa e de Tecnologia da Informação.

Exceto pelos cargos que terão vagas em cadastro reserva, nenhuma das funções citadas foi contemplada pelo último concurso do Tribunal, realizado em 2013 pela banca organizadora Fundação Carlos Chagas (FCC). A validade inicial de dois anos do certame foi prorrogada e tem validade até novembro de 2017.

O último concurso ofertou dez vagas e teve com mais de 36 mil inscritos. Os candidatos contaram com prova objetiva que possuia questões de Português, Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos, além de prova discursiva de redação. Para os concorrentees nas vagas de técnico judiciário na área administrativa na especialidade de Segurança também contaram com prova de aptidão física.

Até o momento, o órgão já convocou 178 candidatos no cargo de analista na área judiciária, sendo 53 de ampla concorrência e um portador de necessidades especiais (PNE), para a especialidade de Oficial de Justiça Avaliador Federal foram convocados 58 de ampla concorrência e três PNE. Para área administrativa foram aprovados quatro de ampla concorrência para a especialidade de Contabilidade, 32 de ampla concorrência para a especialidade de Tecnologia da Informação, um de ampla concorrência para a especialidade de Psicologia, cinco de ampla concorrência para a especialidade de Engenharia Civil, um de ampla concorrência para a especialidade de Medicina. Para técnicos foram convocados 211 de ampla concorrência e nove PNEs na área Administrativa, 11 de ampla concorrência para a especialidade de Segurança; 35 de ampla concorrência e um PNE para técnico na especialidade de Tecnologia da Informação.

Formas de Pagamento

85% de aprovação em concursos
SSL