Concurso DPU 2015: Nível médio e superior, salário de R$4.620,82

Elo logo mini

O concurso DPU 2015 voltou a ganhar força depois de alguns meses sem novidades, isso ocorreu em virtude da publicação do extrato do contrato entre a DPU e o Cespe/UnB (Cebrasp), nessa quarta-feira, dia 28 de janeiro. A instituição foi escolhida como organizadora do concurso, que irá contemplar diversos cargos de nível médio e superior, por meio de dispensa de licitação.

Embora a assessoria de imprensa do DPU não tenha informado uma data, com a publicação do extrato do contrato, é provável que o edital seja divulgado dentro de alguns dias, provavelmente, no início de fevereiro.


Cargos e salários
 

O destaque do concurso DPU 2015 é o cargo de agente administrativo, que exige nível médio dos candidatos e possui remuneração de R$3.191,02, incluindo R$373 de auxílio-alimentação. Mas vale ressaltar que a DPU também irá contemplar diversas funções de nível superior: analista técnico administrativo arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em Comunicação Social (Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda). No caso do analista técnico administrativo, poderão disputar as vagas, candidatos graduados em qualquer curso de formação.

O salário para todos os cargos de nível superior é de R$4.620,82, já incluso R$373 de auxílio-alimentação. As informações preliminares indicavam que o concurso seria para formação de cadastro de reserva, no entanto, segundo defensor-geral da União, o edital deverá ter vagas imediatas. De acordo com o que já havia sido informado anteriormente, os valores de inscrição deverão ser de R$70 para agente administrativo (nível médio) e R$100 para cargos de nível superior.


Número de contratações será grande
 

A Assessoria de Imprensa da DPU informou na última quarta, dia 28 de janeiro, que o edital deve oferecer 60 vagas imediatas (além de cadastro de reserva), sendo a maioria das vagas para agente administrativo. Independente da oferta, a grande carência de servidores que existe em todas as defensorias do país deverá fazer com que o órgão faça um grande número de contratações, assim como aconteceu no último concurso, realizado em 2010.

A possibilidade de ter muitos convocados durante a validade do concurso DPU 2015 é grande, já que, de acordo com as entidades de classe que acompanham o trabalho do instituto, existe carência de servidores em todos os estados. Desse modo, enquanto aguardam a publicação do edital, os candidatos interessados devem intensificar os estudos, baseados no conteúdo programático do último concurso, que foi organizado pelo Cespe/UnB.


Última seleção, confira como foram as provas
 

Na ocasião, foram propostas 80 questões, para serem concluídas em quatro horas, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de específicos para todos. Especificamente para agente, as disciplinas básicas foram Português, Noções de Informática, Legislação relacionada à Defensoria Pública e Direitos Constitucional e Administrativo.

Na prova específica foram cobrados Redação oficial, Ética no Serviço Público, Qualidade no Atendimento ao Público, Trabalho em Equipe e Técnicas de Arquivamento, além de Direito Processual Penal e Direito Processual Civil. Na época, o concurso ofereceu 311 vagas idênticas as do concurso DPU 2015, sendo que ocorreram 954 convocações, sendo 305 apenas no cargo de agente administrativo.

assinatura do concurseiro

Formas de Pagamento

85% de aprovação em concursos
SSL