Concurso Correios 2017: Inscrições terão início em maio

Elo logo mini

Concurso Correios 2017 com banca definida as inscrições devem começar neste mês para candidatos de nível médio e superior, confira!

   

[ATUALIZADA 08/05] A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) confirmou na última quinta-feira, 4 de maio, que as inscrições Concurso Correios 2017 terão início em maio. Com isso, o edital deve ser publicado pela banca orgnaizadora Iades nos próximos dias.

O quantitativo de vagas ainda não foi definido, mas a nova seleção contemplará vagas nas carreiras de auxiliar de enfermagem do trabalho júnior, técnico de segurança do trabalho júnior, enfermeiro do trabalho júnior, engenheiro de segurança do trabalho júnior e médico do trabalho júnior, que exigem nível médio ou superior.

Os aprovados serão lotados em todo os estados do país, exceto para o Mato Grosso. As remunerações iniciais dos cargos variam entre R$1.876,43, R$2.534,14 e R$4.903,05, dependendo do nível de escolaridade exigido, além de benefícios previstos para as carreiras. Todos os cargos terão jornada de trabalho de 44h semanais.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 04/05] De acordo com publicação no Diário Oficial da União no último dia 3 de maio, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) anunciou que foi contratado o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) para organizar Concurso Correios 2017. O edital que será divulgado até o mês de junho ofertará diversas vagas em carreiras de níveis técnico e superior.

O número de vagas não foi definido, mas o provimento de cargos será para as áreas de auxiliar de enfermagem do trabalho, técnico de segurança do trabalho, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho. Todos serão contratados  por 44h semanais de trabalho.

Na carreira de auxiliar é exigido nível médio completo e certificado de conclusão do curso de auxiliar de enfermagem e conta com salário inicial de R$1.876,43. O cargo de técnico exige nível médio e curso de técnico em segurança do trabalho e possui remuneração inicial de R$2.534,14.

Os cargos para enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho exigem nível superior na área de atuação, além de especialização e contam com remuneração de R$4.903,05.

As remunerações citadas também podem ser acrescidas de desenvolvimento profissional, vale-alimentação, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio para filhos dependentes portadores de deficiência, assistência médica e odontológica e plano de previdência complementar.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 25/02/17] A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) não definiu prazo para a realização Concurso Correios 2017, depois de ter anunciado abertura de 2.00 vagas em agosto de 2015 e suspender a seleção. A necessidade no quadro de pessoal preocupa, pois o efetivo da empresa deve ter diminuição de 6 mil pessoas em breve. 

De acordo com informações do presidente da Empresa, Guilherme Campos, a empresa fará um plano de demissão voluntária para amenizar prejuízos. Em dezembro de 2016 o ministério autorizou o encaminhamento a Coordenação de Controle de Empresas Estatais (Cest) do Ministério do Planejamento e até janeiro a empresa não anunciou as demissões.

Segundo ele, o plano tem foco para os servidores que tem idade para se aposentar ou que são aposentaados pelo INSS. A expectativa é de que, entre os mais de 13 mil funcionários elegíveis pelas regras do plano, haja uma adesão entre 6 mil e 8 mil, nos 5 meses de vigência do plano. Também foi declarado que os valores serão pagos ao longo de oito anos.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), afirma que o déficit de servidores nos Correios ultrapassa 30 mil, destes, 20 mil somente na parte operacional. Apesar de recentemente o departamento de Comunicação dos Correios ter declarado que a empresa está estudando o quantitativo de vagas a serem preenchidas e a necessidade em cada localidade, novo concurso deve abrir 2 mil vagas para Carteiro e Operador de Triagem e Transbordo, em vários estados do país.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]

[ATUALIZADA 17/11/16] O Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) criticou a abertura do Plano de Demissão Voluntária (PDV) nos Correios, que irá reduzir o quadro de servidores da empresa em cerca de 8 mil. Para o presidente da entidade, Ronaldo Martins, o plano vai agravar a sobrecarga de trabalho já existente, devido aos cinco anos que a empresa naõ realizada concurso público.

Os correios contam com 117 mil funcionários atualmente, atingindo carência de 20 mil servidores, de acordo com dados da federação nacional da categoria (Fentect).No rio a defasagem é de 450 funcionários. Em alguns estados não há mais aprovados para serem convocados no cargo de carteiro, o que inviabiliza as entregas nas regiões mais periféricas da cidade.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]

[ATUALIZADA 07/10/16] Aprovados Concurso Correios 2011 para carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial ganharam na Justiça, no último dia 30, de que o órgão contrate mais aprovados na seleção, até suprir a quantidade exata de terceirizados contratados irregularmente. O órgão já declarou que as nomeações vão ocorrer.

Os servidores da empresa seguem reclamando com a sobrecarga de trabalho devido a falta de pessoal. Segundo a Fentect, durante a negociação do acordo de trabalho do ano passado, a empresa contava com um déficit de 20 mil servidores apenas na área operacional. Em agosto deste ano, a defasagem é de 30 mil.

A empresa anunciou novo concurso para 2 mil vagas no cargo de carteiro e operador de triagem e transbordo, ambos de nível médio, mas a seleção foi suspensa temporariamente devido ao corte orçamentário do governo. Espera-se que o concurso seja retomado em 2017, já que a deste ano já foi descartada pelo atual presidente da estatal.

No ano passado o certame ofertava chances para as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, além do Distrito Federal.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 22/09/16] Na última terça-feira, 20 de setembro, foi assinado acordo coletivo de trabalho entre os Correios e trabalhadores. De acordo com o documento, os ganhos iniciais de carteiro passam a ser de R$3.064,46 e para operador de triagem e transbordo de R$2.527,96, a partir de fevereiro de 2017.

Com o reajuste salarial torna mais atrativo Concurso Correios previsto para 2017. O novo certame seria realizado em 2015, mas foi adiado por conta de reajuste fiscal do governo. A oferta era de 2 mil vagas e as chances seriam distribuídas no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 20/09/16] Hoje, deve ser assinado acordo coletivo proposto pelos Correios e aprovado pelos funcionários de reajuste salarial de 6% imediato e 3% em fevereiro de 2017 nos salários e 8,74% nos benefícios. Os reajustes tornarão Concurso Correios 2017 mais atrativo. A seleção era para ter sido aberta em 2015, mas foi adiada devido ao ajuste fiscal do governo. Seriam oferecidas 2 mil vagas nas funções de carteiro e operador de triagem e transbordo, com remuneração de R$2.885,37 e R$2.348,87, respectivamente, já incluso benefícios.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 13/09/16] Os funcionários dos Correios ameaçam entrar em greve a partir das 22h desta quarta-feira, 14 de setembro, caso não haja negociações para a reivindicação de um novo Concurso Correios. Uma das cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) é de que o concurso seja realizado em até seis meses após a assinatura do documento, que pode acontecer nas próximas semanas. A empresa anunciou ano passado cerca de 2 mil vagas para carteiro e operador de triagem e transbordo, mas a seleção foi suspensa devido ao ajuste fiscal do governo.

O Concurso Correios é aguardado desde 2012 e chegou a ter edital previsto para agosto de 2015, mas a seleção foi suspensa em outubro. As 2 mil vagas oferecidas seriam distribuídas entre o Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, além do Distrito Federal.

No mês passado o órgão informou que estavam reavaliando o estudo da quantidade de trabalhadores necessários para cada localidade e que só depois da conclusão desse estudo que seria possível definir a necessidade real do pessoal. No entanto, ainda não foi informada uma previsão para a conclusão desse estudo.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]



[ATUALIZADA 11/08/16] O Concurso Correios dificilmente vai ser realizado este ano para a disputa das vagas de carteiro e operador de triagem e transbordo que verão ser abertas com exigência de nível médio. O certame é aguardado desde 2012 e teve edital previsto para agosto de 2015, mas seleção foi suspensa em outubro, devido ao ajuste fiscal do governo federal. As ofertas eram de 2 mil vagas para carteiro e operador, sendo distribuídas entre Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal.

No mês passado a instituição informou que estavam avaliando a quantidade dos trabalhadores em cada localidade, e após a conclusão deste estudo, é de que iriam definir a necessidade do pessoal para realizar novo concurso. Mas os interessados em participar da seleção devem se preparar o quanto antes, independente de quando o edital vai sair. O acordo pode acontecer até o mês que vem e a categoria pode entrar em greve caso as reivindicações não sejam atendidas.

[ATUALIZADA 18/07/16] Na última sexta-feira, 15 de julho, uma das cláusulas defendidas pela Findect é o acordo coletivo de trabalho com a empresa, que deve começar a ser discutido no próximo mês, para garantir abertura do Concurso Correios 2017. Isso deve ser feito em até seis meses, após assinatura do acordo, com vagas suficientes para suprir necessidade de reposição do pessoal.

O Concurso Correios foi anunciado ano passado, mas a seleção foi temporariamente suspensa devido aos ajustes nas contas do Governo Federal. De acordo com a reportagem da rádio CBN com o novo presidente dos Correios, Guilherme Campos, a realização de um concurso neste ano é impossível, já que a instituição está reavaliando o quantitativo de vagas q serem preenchidas e a necessidade da força de trabalho em cada localidade.

O Concurso anunciado ano passado seria para cerca de 2 mil vagas, além de formação de cadastro reserva para os cargos de agente de correios, nas atividades de: carteiro e operador de triagem e transbordo. Ambos de nível médio, com salários de R$2.885,37 e R$2.348,87, respectivamente. As chances seriam distribuídas no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, além do Distrito Federal.

O certame deve englobar prova objetiva de 50 questões de múltipla escolha, teste de esforço físico e exame médico admissional.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 06/07/16] Para agilizar a abertura do Concurso Correrios 2017, que ainda segue em fase de discussão, a Federação Interestadual dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Findect) cobra juntamente com o órgão sobre o assunto. No dia 17 de junho representantes da federação tiveram reunião com o novo presidente dos Correios, Guilherme Campos, e exigiu posicionamento a respeito do concurso que foi suspenso no final do ano passado.

O departamento de comunicação dos Correiros informou que a empresa está reavaliando o quantitativo de vagas e a necessidade de força de trabalho em cada localidade. Somente depois desse levantamento do número de vagas disponíveis é que vão contratar a banca organizadora e lançar o edital.

A paralisação dos preparativos do concurso ocorreu quando o Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST) determinou que a empresa não ampliasse o quadro de pessoal que não deve passar de 118.624 funcionários. Mas de acordo com a assessoria da imprensa do órgão, atualmente o quadro de pessoal conta com 118.220. Ou seja, a empresa pode contratar 404 funcionários e esse número tende a aumentar, já que possui servidores em processo de aposentadoria.

Uma das propostas analisadas pela empresa é a abertura de um processo seletivo com vagas para cadastro reserva. Dessa forma, quando surgisse oportunidade, as Agências de Correios poderia repor o pessoal com os candidatos aprovados no concurso.


[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 28/06/16] No dia 17 de junho, a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) voltou a se reunir com o novo Presidente dos Correios, Guilherme Campos, já oficilizado no cargo. O encontro tratou sobre as reivindicações da categoria e entre elas está na cobrança para realização do Concurso Correrios 2017 que visa preencher duas mil vagas de nível médio e que foi suspensa temporariamente no ano passado.

A empresa afirmou que está aguardando as diretrizes do governo Michel Temer com relação à realização do certame.

De acordo com o presidente da Findect, José Aparecido Gandara, assim como foi no encontro ocorrido em maio, antes mesmo de Guilherme Campos ser nomeado Presidente dos Correios, ele não discutiu a pauta apresentada, apenas ouviu as reivindicações dos trabalhadores, que inclui temas como reestruturação da empresa, plano de saúde e entrega de correspondência matutina.

Afirmou ainda que até o dia 24 deste mês seria realizado um congresso para definir acordo coletivo de trabalho. A campanha deve se estender até agosto ou setembro, conforme o ritmo de negociação da empresa e ressaltou que não é momento de falar em greve, tudo depende de como essas negociações serão feitas.

O Concurso Correios no ano passado seria para duas mil vagas e formação de cadastro reserva, de nível médio, nas atividades: Carteiro, com remuneração inicial de R$2.885,37; e Operador de Triagem e Transbordo, de R$2.348,87. As oportunidades seriam distribuídas no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, além do Distrito Federal.

Mas de acordo com a empresa, depois da suspensão do Concurso, tiveram que reavaliar quantitativo de vagas a serem preenchidas e necessidade de trabalho em cada localidade.


[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 23/05/16] Na última quarta-feira, 18 de maio, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos informou que aguarda novas diretrizes para o concurso devido às mudanças no governo federal. O certame que está suspenso temporariamente desde o ano passado no Ministério do Planejamento, tem previsão de 2 mil vagas e formação de cadastro reserva no cargo de agente de Correios, de nível médio, nas atividades de carteiro com salário de R$2.885,37 e operador de triagem e transbordo de R$2.348,87.

As contratações são no regime celetista e as remunerações informadas são referentes a uma carga de trabalho de segunda a sexta. No caso de trabalho de segunda a sábado, os ganhos são de R$3.017,42, já incluso benefícios.

As 2 mil vagas previstas seriam distribuídas por São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal.

Assim que retomada a seleção, a tendência é que sejam mantidas as etapas previstas: provas objetivas (50 questões sobre Português, Matemática e Conhecimentos Gerais), teste de esforço físico e exame médico admissional.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]

Salários

Operador de Triagem e Transbordo - R$ 1.284,00
Carteiro - R$ 1.620,50
(Os admitidos terão benefícios como vale alimentação/refeição de R$ 971,96 a R$ 1.092,48, vale-transporte, auxílio-creche ou auxílio babá, além de outros adicionais)

Se você se interessou nesse concurso excelente para nível médio, vai gostar de saber que nós temos aulas específicas para esse concurso, ou seja, a chance de você passar triplica conosco. Nós temos 85% de aprovação em Concursos Públicos no Brasil. Sua caminha em direção ao sucesso começa aqui.

Formas de Pagamento

85% de aprovação em concursos
SSL