Concurso MPU 2017: Não será realizado este ano

Elo logo mini

Concurso MPU 2017 informa que seleção não sairá este ano devido ao novo regime fiscal do país



[ATUALIZADA 21/09] A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou na última quarta-feira, 20 de setembro, que o Concurso MPU 2017 não será realizado este ano. O motivo é o novo regime fiscal no país instituído pela Emenda Constitucional 95/2017. Pela nova norma, as vagas só podem ser preenchidas se não causarem impcto financeiro.

Em março deste ano, o órgão publicou a Portaria PGR/MPU nº 22 e criou comissão interna para coordenar nova seleção para prover cargos de analistas e técnicos. Mas, o documento não consta previsão de publicação do edital, escolha da banca e cargos a serem contemplados.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]



[ATUALIZADA 14/09] O Ministério Público da União (MPU) divulgou a Portaria nº 84 para fixar atribuições e requisitos no ingresso das carreiras de analista e técnicos que serão contemplados no edital Concurso MPU 2017. Para ser liberado o edital é preciso que o órgão defina o total de vagas a serem ofertadas, a distribuição das áreas e a contratação da banca orgnanizadora que coordenará o certame.

Dois cargos foram definidos na portaria, para nível médio no cargo de técnico na área administrativa e nível superior no cargo de analista na área de direito. O documento também inclui a carreira de analista para nível superior em qualquer área e nível médio para os concorrentes ao cargo de técnico na área de administração.

CONFIRA PORTARIA Nº 84 CONCURSO MPU 2017 - REQUISITOS E ATRIUIÇÕES


A remuneração inicial para o cargo de técnio é de R$6.376,41 e para analista é de R$10.461,90. As carreiras contarão com quatro reajustes salariais até 2019, chegando a R$7.591,37 e R$12.455,30, respectivamente.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]



[ATUALIZADA 16/08] O Ministério Público da União (MPU) definirá nos próximos dias a banca organizadora Concurso MPU 2017 para publicar edital com oferta nas carreiras de técnico e analista, de nível médio e superior, respectivamente. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, o edital será lançado este ano e a comissão interna está finalizando o documento.

A validade do último certame do órgão expirou no dia 5 de agosto, por isso o edital deve sair em breve, logo após a contratação da banca organizadora. A expectativa é que o Cespe/UnB seja contratado para coordenar o certame.

Os dois cargos previstos para serem ofertados são para os técnicos na área administrativa e analista na área de direito. A remuneração inicial de nível médio é de R$6.376,41 e de nível superior de R$10.461,90. As carreiras contarão com quatro reajustes salariais até 2019 e os valores chegarão a R$7.591,37 e R$12.455,30, respectivamente.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 22/06] O MPU está em fase de negociação com o Cebraspe para oficializar a banca organizadora que coordenará Concurso MPU 2017 que preencherá vagas de técnico administrativo e analista em direito. A previsão é de que a banca seja contratada por dispensa de licitação este mês e o edital divulgado em agosto.

O cronograma do certame seguirá o intervalo de 60 dias entre a divulgação do edital e a aplicação das provas. Com a divulgação do edital em agosto, as provas objetivas serão agendadas para o mês de outubro.

As vagas a serem ofertadas depende da validade do último certame realizado pelo órgão que tem prazo de validade expirado no dia 5 de julho. O órgão adiantou que o concurso terá âmbito nacional e também contemplará o Estado do Rio de Janeiro.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO] 



[ATUALIZADA 26/05] O órgão divulgou no Diário Oficial da União o edital que distribui as vagas de remoção interna, procedimento inicial que define a oferta de vagas do próximo Concurso MPU 2017. De acordo com o documento, foram preenchidas 448 vagas em diversas carreiras confirmadas no novo certame.

As carreiras preenchidas e confirmadas são para o cargo de técnico na área de apoio com especialidade em administração, além de analista na área de apoio judídico com especialidade em direito. Os cargos exigem nível médio completo e nível superior em direito, respectivamente.

A expectativa é de que o edital seja publicado no segundo semestre deste ano, entre os meses de agosto e outubro, porque o último certame do órgão possui término de validade no final do ano.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]



[ATUALIZADA 10/05] O órgão divulgou no Diário Oficial da União o edital de remoção interna Concurso MPU 2017, cujo procedimento dá início a definição das vagas a serem ofertadas na seleção. De acordo com o documento serão oferecidas 450 vagas para técnico e analista, que exigem nível médio e graduação em direito, respetivamente.

O concurso foi autorizado e possui comissão interna definida, a expectativa é de que o edital seja publicado em agosto e outubro, porque contemplará diversas áreas que constaram no último concurso e que possui prazo de validade no final deste ano.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 16/03] O Ministério Público da União (MPU) confirmou que a oferta Concurso MPU 2017 será para as carreiras de técnico administrativo, de nível médio e analista de direito, graduado na área. O edital está previsto para ser publicado no próximo semestre, entre os meses de agosto e outubro, quando o edital da última seleção, que oferta vagas nas mesmas áreas, encerre a vigência em agosto. Esses cargos tem o maio número de vacâncias, somando mais de 1.400 servidores. A nova seleção que sairá no segundo semestre já possui comissão interna sob o comando do procurador Blal Yassine Dalloul.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 10/03] A Procuradoria Geral da República publicou no Diário Oficial da União no último dia 8 de março, a portaria que cria comissão interna que coordenará Concurso MPU 2017 que ofertará vagas nos cargos de técnico e analista, de nível médio e superior. Mesmo com o edital autorizado, a data de publicação não foi definida, mas deve sair até o final do mês de agosto quando encerra validade do último concurso realizado pelo órgão para as mesmas carreiras.

CONFIRA COMISSÃO INTERNA CONCURSO MPU 2017

O quantitativo de vagas a srem ofertados não foi divulgado, mas o último dado da transparência do Ministério Público realizado em dezembro de 2016, o órgão possui 1.762 cargos vagos, sendo 1.084 para analistas e 331 para técnicos. A remuneração dos cargos em novembro de 2017 vai variar entre R$6.708,53 a R$11.006,83, já incluindo benefícios. Os cargos contarão com progressão de carreira que possuem vencimentos entre R$9.261,18 a R$15.194,98, de acordo com a exigência de escolaridade exigida no cargo.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 15/02] O órgão tem concurso em validade até julho deste ano para os cargos de técnico e analista, mas de acordo com tradição um novo Concurso MPU 2017 deve ser lançado no fim da vigência. Sendo assim, é possível que o órgão instituta comissão para organizar novo certame. De acordo com o Sistema de Gestão de Pessoal o órgão possui total de 1.762 vagas cargos vagos. O relatório disponível no Portal da Transparência do MPU foi atualizado no último dia 30 de janeiro e consta que 10.786 cargos foram criados e 9.024 ocupados.

O certame em vigência foi aberto em agosto de 2013 para prover cargos imediatos para analistas e técnicos, além de formar cadastro reserva. A validade inicial era de um ano, mas foi estendido para dois e tem fim da vigência em julho de 2017.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 20/10] Inscrições Concurso MPU 2016 encerram hoje, 20 de outubro, para preencher 82 vagas de procurador do Ministério Público Federal, com lotação em várias cidades do país, com salários de R$28.947,55. Os interessados devem se inscrever no site - www.mpf.mp.br/concursos/concursos/procuradores - mediante pagamento de R$250,00. Além de nível superior o candidato deve ter no mínimo três anos de atividade forense.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 13/10] Na última segunda-feira, 10 de outubro, o Ministério Público Federal divulgou novo cronograma Concurso MPU 2016 que altera as datas de provas do certame. A prova objetiva estava marcada para dia 27 de novembro, passou para 12 de março de 2017. Os quatro ecames subjetivos que ocorreriam do dia 1 a 4 de abril, ocorrerão dia 3 a 6 de junho de 2017. As provas orais passaram do dia 21 a 25 de agosto, para 6 a 10 de novembro de 2017. A seleção ainda conta com análise de títulos.

As inscrições teve duas prorrogações e seguem abertas até dia 20 de outubro de 2016, através do site - www.mpf.mp.br/concursos/concursos/procuradores - mediante pagamento de R$250,00. A oferta é de 82 vagas para o cargo de Procurador da República, para lotação em diversos estados, com remuneração inicial de R$28.947,55, o cargo exige bacharelado em Direito e três anos de atividade forense comprovada.

O resultado final do concurso tem previsão para ser divulgado no dia 23 de novembro de 2017 e a posse dos aprovados acontecerá no dia 5 de fevereiro de 2018. O prazo de validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado, por igual período, de acordo com necessidade do órgão.

CONFIRA NOVO CRONOGRAMA CONCURSO MPU 2016


[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 05/10] As inscrições Concurso MPU 2016 seriam encerradas nesta quarta-feira, 5 de outubro, mas foram novamente prorogadas até dia 20 de outubro. Os interessados devem se cadastrar no site - www.mpf.mp.br/concursos/concursos/procuradores - mediante pagamento de R$250,00. O edital oferta 82 vagas para o cargo de Procurador da República, com remuneração inicial de R$28.947,55. Os aprovados serão contratados no regime estatutário, que garante estabilidade.

Os candidatos serão avaliados por cinco provas escritas, sendo uma objetiva marcada para dia 27 de novembro e quatro subjetivas que serão aplicadas de 1 a 4 de abril de 2017. Além disso, os concorrentes são submetidos a exames orais de cada disciplina, previstas do dia 21 a 25 de agosto de 2017 e prova de títulos.

O concurso será homologado dia 19 de outubro de 2017, os aprovados tomarão posse no dia 6 de novembro de 2017 e o resultado final será liberado no dia 11 de novembro de 2017. A validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, de acordo com necessidade do órgão.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 30/09] O entendimento da Câmara de Direitos Sociais e Atos Administrativos do Ministério Público Federal (MPF) é de que os concursos de órgãos e entidades da Administração Pública Federal devem realizar provas em todos os estados, independente se há vagas em todos eles. A decisão Concurso MPF 2016 para aplicação de provas em todos os estados foi realizada dia 13 de setembro, durante a 274ª sessão de Revisão.

Segundo a Câmara, limitar a aplicação de provas a um local viola os princípios de isonomia, porque não é acessível a todos os candidatos devido a despesas extras para realização da prova. Com isso, tramita na Câmara e no Senado Federal a proposta 2.349/07 que as bancas organizadoras de concursos de órgãos federais, realizem provas em todas as capitais, onde haja pelo menos 50 inscritos. A proposta foi aprovada na Câmara em maio de 2015, mas não foi analisada pelo Senado.


[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 29/09] Inscrições Concurso MPF 2016 são prorrogas até dia 5 de outubro para concorrer a 82 vagas no cargo de Procurador que exige nível superior em direito e ter no mínimo três anos de atividade jurídica comprovada. As inscrições devem ser feitas através do site - www.mpf.mp.br/concursos/concursos/procuradores - e também presencialmente nas Procuradorias das República nos Estado e no Distrito Federal. Este é o 29º concurso do órgão e reserva 10% das vagas para portadores de deficiência. 

As vagas serão distribuídas entre as cidades de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás , Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

CONFIRA RETIFICAÇÃO EDITAL CONCURSO MPF 2016

O cargo de Procurador da República é o ponto inicial para carreira no Ministério Público Federal, os servidores quando promovidos assumem funções no cargo de Procurador Regional da República e o terceiro e último cargo da carreira é de subprocurador-geral da República.

Depois de dois anos de exercício, os servidores adquirem a vitaliciedade, ou seja, os membros só podem perder o cargo por sentença judicial. Também não podem ser transferidos do local sem que concordem com a mudança ou que haja motivo de interesse público. Os empossados recebem atualmente salário inicial de R$28.947,55.

A seleção conta com cinco provas objetivas escritas, sendo uma prova objetiva de abrangência geral e quatro provas subjetivas:

I - Direito Constitucional e Metodologia Jurídica; Proteção Internacional dos Direitos Humanos; Direito Eleitoral.
II - Direito Administrativo e Direito Ambiental; Direito Tributário e Direito Financeiro; Direito Internacional Público e Direito Internacional Privado.
III - Direito Econômico e Direito do Consumidor; Direito Civil; Direito Processual Civil.
IV - Direito Penal; Direito Processual Penal.

As provas objetivas estão previstas para serem realizadas no dia 27 de novembro em locais a serem divulgados no dia 13 de dezembro. Havará ainda provas orais e avaliação de títulos para todos os candidatos.

O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, de acordo com necessidade do Ministério Público Federal (MPF).

O último concurso realizado pelo órgão foi em 2014 que ofertou 69 vagas em várias cidades dos 24 estados brasileiros. As provas objetivas tiveram 120 questões e também foram aplicadas avaliação de títulos. Naquele ano o cargo chegava a R$25.260,00.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 29/08/2016] Hoje foi divulgado o edital Concurso MPU 2016 que oferta 82 vagas no cargo de Procurador da República, de nível superior em direito, além de ter no mínimo três anos de atividade jurídica comprovada. A remuneração inicial do cargo é de R$28.947,55. O 29º concurso do Ministério Público da União reserva 10% das vagas para portadores de deficiência.

As vagas serão distribuídas nas cidades de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás , Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

CONFIRA EDITAL CONCURSO MPU 2016

As vagas e localidades de lotação podem sofrer alterações devido a nomeação de aprovados em concursos anteriores. As definições sobre a realização do concurso já tinham sido publicadas no Diário Oficial no dia 24 de agosto.

As inscrições devem ser feitas no site - www.mpf.mp.br/concursos/concursos/procuradores - ou de modo presencial nas Procuradorias nos Estados e no Distrito Federal, entre os dias 30 de agosto a 28 de setembro.

A seleção será feita por meio de 5 provas objetivas, sendo 1 de abrangência geral e 4 subjetivas que vão ocorrer no dia 27 de novembro em locais que ainda serão divulgados pelo Ministério. Os gabaritos preliminares tem previsão para serem divulgados dia 13 de dezembro. Só será aprovado o candidato que atingir pelo menos 60 pontos.

Além das provas objetivas serão realizadas provas orais e avaliação de títulos. O prazo de validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado, de acordo com necessidade do órgão.

O último concurso do Ministério ocorreu em 2014 e selecionou 69 servidores para 24 estados da Federação. As provas objetivas tinham 120 questões e também foi aplicada avaliação de títulos para os candidatos. Na época o salário inicial era de R$25.260,00.


[FIM DA ATUALIZAÇÃO]



O concurso de 2015 do Ministério Público da União, o MPU, terá suas provas objetivas aplicadas no dia 22 do de março, antes disto estavam programadas para o dia 1º do mesmo mês. Nesta semana, o órgão divulgados os horários e locais onde as provas serão aplicadas, ao todos, 7.718 pessoas se inscreveram no certame. O concurso terá 69 vagas para o cargo de Procurador, com salário de R$ 25.260,20.
 
Documento do órgão: Acesse aqui 

O processo de seleção do concurso do MPU conta com quatro provas subjetivas relacionadas a cada um dos grupos de disciplinas expostas no edital do concurso. E também serão realizadas prova oral de cada disciplina da seleção, avaliação de títulos e exames de higidez física e mental. Só participaram pessoas com graduação em direito e, possuir no mínimo, três anos de atividade jurídica.
 
A distribuição das vagas serão nos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Formas de Pagamento

85% de aprovação em concursos
SSL