Concurso TRF 5 2017: Define comissão interna

Elo logo mini

Concurso TRF 5 2017 define comissão interna que coordenará próxima seleção para cargo de juiz federal substituto e convoca técnicos aprovados no último concurso


 

[ATUALIZADA 10/03] O Pleno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região aprovou no último dia 8 de março o documento que define os membros da comissão interna que coordenará Concurso TRF 5 2017 para o cargo de juiz federal substituito, que possui defasagem no órgão de 81 vagas. A comissão é formada pelos desembargadores federais Edilson Pereira Nobre Júnior e Fernando Braga Damasceno, o juiz federal George Marmelstein Lima e os suplentes serão os desembargadores federais Rubens de Mendonça Canuto Neto e Élio Wanderley de Siqueira Filho e o juiz federal Bruno Teixeira de Paiva.

O órgão que abrange os estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe convocou nesta sexta-feira, 10 de março, os aprovados no cargo de técnico judiciário do último concurso realizado em 2012. De acordo com o setor de gestão de pessoas, uma comissão será formada para realizar concurso nas carreiras de técnico e analista, sendo que a seleção está na proposta do orçamento da união deste ano que foi aprovada.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


[ATUALIZADA 08/03] Serão convocados os técnicos judiciários aprovados no último concurso realizado em 2012 pelo órgão, na próxima terça-feira, 13 de março. O setor de gestão de pessoas do Tribunal afirmou que depois desta data será definida comissão interna que realizará Concurso TRF 5 2017 que está previsto no orçamento da união que foi aprovado neste ano.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]



[ATUALIZADA 18/11] De acordo com Setor de Orçamento e Finanças do Tribunal Regional Federal da 5° Região (TRF 5), que abrange a região Nordeste, a proposta orçamentária para a realização do Concurso TRF 5 2016 deve ser aprovada até o final do ano. O órgão precisa liberar os orçamentos pendentes do estado, antes do congresso entrar em recesso, a partir da terceira semana de dezembro.

[FIM DA ATUALIZAÇÃO]


Conforme informação do texto do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) está previsto realização Concurso TRF 5 em 2017 para os cargos de juiz federal substituto, técnico e analista judiciário, de nível médio e superior. O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF 5), tem jurisdição nos estados do Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O Tribunal estima 105 mil inscritos Concurso TRF 5 2017, sendo 45 mil para analista de nível superior e 60 mil para técnico de nível médio. Com as taxas de inscrição sendo de R$115, R$150 ou R$280, a previsão total de arrecadação será de R$15.200.000,00.

O prazo do último concuso realizado pelo órgão será expirado dia 9 de janeiro de 2017 para analista e em 13 de março de 2017 para técnico, então espera-se que edital do concurso seja publicado no início do segundo semestre de 2017, como feito no concursso anterior ao de 2012, realizado em 2008. A validade do concurso era até 9 de julho para analista e 22 de agosto para técnico e o novo edital foi publicado no dia 29 de junho de 2012.

O edital de 2017 deve contar com os mesmos cargos da seleção de 2012, orgazanida pela FCC. Os cargos de analistas foram para as áreas: Judiciária (nível superior em direito), Execução de Mandados (superior em direito) e Administrativa (superior em qualquer área). Para os cargos de técnico nas áreas: Administrativa e Segurança e Transporte, ambos de nível médio.

Em 2012 foram oferecidas formação de cadastro reserva nos cargos e os candidatos passaram por provas objetivas contendo questões de conhecimentos gerais e específicos, além de prova discursiva, aplicadas nas cidades de Recife/PE, João Pessoa/PB, Natal/RN, Fortaleza/CE, Maceió/AL e Aracaju/SE. Para os cargos de técnico na área administrativa e na especialidade de Segurança e Transporte, foram aplicadas provas práticas.

De acordo com a Subsecretaria de Pessoal foram nomeados 17 técnicos judiciários e dois analistas judiciários para o TRF 5. Em Pernambuco foram nomeados 158 novos servidores, 132 no Ceará, 77 em Alagoas, 68 em Paraíba, 60 no Rio Grande do Norte e 51 em Sergipe. Os servidores contaram com remuneração inicial que variavam entre R$11.921,00 e R$13.861,00 para analistas e para os técnicos de R$7.893,00, podendo ainda ser acrescido nos valores o auxílio-natalidade de R$700,00.

De acordo com a Lei 13.317, sancionada em junho de 2016 pelo governo, os salários-base desses cargos foram reajustados e no topa da carreira em 2019 chegará nos valores de R$11.398,00 para técnicos e R$18.701,00 para analistas.

Formas de Pagamento

85% de aprovação em concursos
SSL